11 dicas para fazer um planejamento financeiro empresarial

08/06/2017 | categorias : Gestão Financeira

publicado por:
Xpbox Tecnologia

Investir em um planejamento financeiro empresarial é um ponto importante para manter a companhia saudável financeiramente e manter sua competitividade no mercado.

Alguns passos são essenciais para manter as finanças equilibradas e sob controle: gerenciar o orçamento, analisar o atingimento de metas e, principalmente, não ficar no vermelho. Veja aqui algumas dicas para fazer um planejamento financeiro empresarial:

1. Veja qual é a atual situação da empresa O primeiro passo na elaboração de um planejamento financeiro empresarial é saber exatamente qual é a situação da companhia. Coloque no papel tempo de mercado, pontos negativos e positivos da operação, situação do setor de atuação etc. Depois deste panorama geral, é a hora de fazer um balanço patrimonial da organização. Com estes dados em mãos, é possível começar efetivamente o planejamento e saber o valor que a companhia tem disponível para investimento.

2. Faça uma previsão de cenários possíveis Fazer um planejamento financeiro empresarial passa por prever cenários possíveis. Neste momento, é importante alinhar sua estrutura de gastos e a receita da companhia, estabelecendo uma receita média por mês e levantando despesas variáveis e fixas da organização.

Também é importante fazer previsões para o ciclo operacional da empresa (desde a fabricação/desenvolvimento até o recebimento de um produto ou serviço) estipulando qual é o valor necessário para cobrir as despesas em cada etapa do processo produtivo da companhia, como compra, estoque, produção, venda e recebimento, enquanto a quantia oriunda das vendas não entra em caixa.

3. Crie um calendário financeiro Um planejamento financeiro empresarial que se preze tem que contar com um calendário com as datas das principais movimentações financeiras corporativas, como despesas e recebimentos. Portanto, desenvolva um calendário e, o mais importante, siga-o!

4. Estabeleça uma negociação com fornecedores Para manter dinheiro em caixa, é importante estabelecer uma rotina de negociação com fornecedores para conseguir prazos maiores de pagamento e não ficar descoberto enquanto não recebe o valor das vendas. Neste ponto, é essencial contar com fornecedores variados para aumentar seu poder de barganha.

5. Evite empréstimos O empresário que não se preocupou em fazer uma previsão para o ciclo operacional em seu planejamento financeiro empresarial pode ter que recorrer a empréstimos para cuidar da folha de pagamento, pagar tributos e reabastecer o estoque. Evite esse cenário a todo custo.

Os juros altos cobrados nesta modalidade acabam com os lucros da companhia. Prefira prever no seu planejamento financeiro empresarial uma quantia para formar uma reserva de emergência para ser usada em imprevistos financeiros.

6. Não misture conta corrente de pessoa física com jurídica Misturar o caixa de pessoa física com jurídica é um dos maiores erros. Ao fazer isso, o empresário não consegue analisar os resultados financeiros da companhia nem saber exatamente qual é a situação do fluxo de caixa corporativo. A melhor opção é definir um pró-labore para os sócios e nunca misturar as finanças pessoais com as corporativas.

7. Pratique o preço ideal para seu produto ou serviço Invista no cálculo do preço ideal para ser cobrado pelo produto ou serviço da empresa, levando em consideração fatores como custo de produção, expectativa de lucro, despesas fixas e variáveis da empresa etc. Um sistema de custos tornará essa tarefa mais simples.

8. Tenha um estoque compatível com as vendas Para não ficar com dinheiro parado, em vez de montar um estoque robusto, prefira armazenar itens em quantidades que sejam compatíveis com as vendas da empresa.

9. Crie um plano de ação Com um viés mais prático, é o plano de ação que vai fazer com que tudo o que você colocou no papel realmente aconteça. Nesta etapa, defina os objetivos da empresa, faça um mapeamento das ações necessárias, crie um cronograma, divida tarefas, mensure resultados e documente todas as ações para avaliação futura. Ter em mãos os relatórios financeiro e de vendas mensal ajuda neste momento.

10. Faça um planejamento orçamentário anual Para planejar o ano seguinte financeiramente, é importante contar com um planejamento orçamentário anual. Aposte em um documento detalhado e com metas mensais.

11. Use a medição de retorno sobre o investimento constantemente É importante pensar em estratégias que façam com que as operações da empresa fiquem mais rentáveis ano após ano. Por isso, conte com o auxílio de indicadores, como retorno sobre investimento (ROI).

Ter um planejamento financeiro empresarial é importante para fazer projetos, analisar e aplicar investimentos na hora certa, prever custos e saber reconhecer quais são as melhores oportunidades para sua companhia.

Fonte: https://blog.guiabolso.com.br/2015/03/26/11-dicas-para-fazer-um-planejamento-financeiro-empresarial/

Categorias

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhe nossa página do Facebook